síntese aditiva (as coisas começam a ficar legais)

1 julho, 2007

Enfim, toda a teoria que foi mostrada até agora, vai começar a fazer sentido…
agora vamos partir para algumas aplicações mais práticas e interessantes sobre o uso de cores.

Aqui, será exposto a maneira como as cores funcionam naqueles corpos que emitem luz. O monitor do PC que vc está lendo esse texto agora, é um bom exemplo desse tipo de corpo. Esse sistema é chamado de Síntese Aditiva de cor.

Esse sistema possui como cores primárias o vermelho, verde e o azul. Essas cores são primárias, pois são as cores que nossos olhos “percebem”. A partir delas todas as outras são formadas (para saber mais veja como o olho enxerga as cores). 

o legal desse sistema é que ele é baseado no funcionamento de nosso olho. com certeza se fossemos moscas, ou cachorros, esse sistema teria que ser adaptado.

Nesse sistema a mistura de duas cores sempre resultará em uma cor mais luminosa,  quando se mistura as 3 cores primárias em intensidade máxima, alcança-se o branco. E por fim, nunca se conseguirá misturar diferentes cores e se obter como resultado uma cor primária.

Esse sistema se chama aditivo pois as cores se formam através de soma de luz, por isso a resultante da soma das cores é o branco.

sistema aditivo de cores

Quando se mistura 2 cores primárias, se obtém uma cor secundária. Na síntese aditiva de cor os tons secundários são o ciano (azul + verde), amarelo (vermelho + verde ) e magenta (azul + vermelho).

guarde essa informação porque num futuro próximo usaremos essas cores secundárias.

Os monitores de computador e as Tvs se baseiam nesses conceitos para conseguir formar suas imagens coloridas. Se você tiver uma TV de tubo, chegue bem perto dela e veja como ela é um emaranhado de pontos verdes, vermelhos e azuis. Esse é o famoso RGB (de Red, Green  e Blue).

Depois de tudo isso, acho que é besteira falar, mas quando você for trabalhar com imagens para Web, ou em apresentações em ppt, ou coisas do tipo, lembre-se de deixá-las em RGB.
 

Anúncios